Prática

Notícias

PRÁTICA

Forno combinado: o que você precisa saber sobre ele?

Totalmente direcionado para cozinhas que visam lucratividade, o forno combinado é um equipamento que revoluciona os negócios gastronômicos. Isso porque ele reúne a tecnologia da cocção e a versatilidade no preparo dos alimentos, sejam eles elaborados com ar quente ou a vapor.

Para você entender melhor o funcionamento desse forno indispensável em cozinhas profissionais, elaboramos este post com foco no seu entendimento. Confira!

Entenda o que é o forno combinado

O forno leva esse nome porque ele combina as funções de cocção no vapor, ar quente ou ambas simultaneamente por meio de uma, ou mais turbinas. Dessa maneira, é possível elaborar vários pratos ao mesmo tempo, trazendo agilidade na cozinha. A geração de vapor é feita por caldeira ou por injeção de água sobre as turbinas.

Nos fornos combinados da Prática existe o sistema Steam Power. Com ele, é possível aproveitar o calor eliminado pelo próprio forno para pré-aquecer a água. Trata-se de uma excelente forma para economizar energia.

Funcionalidades

Os fornos combinados foram desenvolvidos na década de 70, na Alemanha. Com o tempo, as tecnologias foram recebendo melhorias e, hoje, o equipamento traz inúmeros benefícios para uma cozinha profissional. Entre as funcionalidades, podemos citar o vapor, o ar seco, a função combinada, banho-maria e regeneração do alimento.

Além disso, o equipamento é vertical, economizando espaço na cozinha, o que traz funcionalidade aos processos de produção, sem falar na poupança considerável tanto nos ingredientes quanto na energia e água. Com um painel de controle, é possível definir o tempo e a temperatura necessários para determinada receita, além da forma que será feita (vapor ou ar seco).

Vapor

Caso a sua opção seja o vapor, existem inúmeras possibilidades de cozimento ao mesmo tempo. Por exemplo, a sua equipe pode colocar em cada GN’s ou gastronorms (espécie de bandejas) diversos tipos de alimentos, contanto que não haja contato direto ou de líquidos entre os produtos. Por isso, é importante respeitar o espaçamento e utilizar a gastronorm adequada. Veja alguns alimentos que podem ser elaborados:

  • carne vermelha;
  • frango;
  • arroz;
  • legumes;
  • batata, entre outros.

Além de cozinhar adequadamente, o aroma e sabor dos alimentos não interferem nos demais que estejam acima ou abaixo na escala de produção, ou seja, são várias alturas para cada alimento.

Ar seco

Na função ar seco, o equipamento atua como fornos de convecção, com uma ventilação que não influencia na umidade, ou seja, a câmera fica sempre aquecida e com distribuição correta do calor. Assim, os alimentos ficam fritos na medida certa, empanados ou gratinados. E o melhor: com o mínimo de óleo, somente para a saborização dos produtos.

Com isso, as receitas ficam mais saudáveis e ainda há uma economia desse ingrediente. Para os alimentos ficarem no ponto certo, é preciso apenas passar um pincel ou borrifá-los com óleo.

Função combinada

Trata-se da função que une calor úmido e seco, mantendo o padrão de qualidade nos alimentos, principalmente proteínas. Com a combinada, as carnes ficam suculentas e douradas, inclusive com redução no índice de gorduras, sem ficarem ressecadas. Com o forno combinado, você poderá fazer carnes, frango e peixe, tudo junto, sem influenciar no sabor.

Banho Maria

Essa função é capaz de cozinhar alimentos em uma temperatura sensível de acordo com cada receita.

Ela é ideal para frutos do mar, legumes sensíveis e folhosos delicados, como brócolis, couve-flor, espinafre, aspargos, cogumelos etc. E até mesmo doces, sendo fundamental para não desperdiçar ingredientes. O resultado é uma cozinha funcional, com otimização do tempo, bem produtiva e organizada.

Conheça as principais diferenças com forno convencional

A principal diferença é justamente as formas de produção, como enfatizado acima. Em um forno doméstico, por exemplo, é quase impossível fazer uma maminha e uma corvina ao mesmo tempo, sem interferências no aroma e sabor dos alimentos.

Além disso, o forno combinado trabalha de acordo com uma programação de tempo e temperatura, ou seja, é possível elaborar receitas sem interferir no horário dos funcionários, inclusive com a função regeneração de alimento.

Portanto, as diferenciações são muitas, como no sistema de geração e transmissão forçada de calor, na umidade, no isolamento térmico mais eficiente, no controle preciso das temperaturas etc. Veja a seguir algumas outras:

  • automação;
  • maior produtividade vertical;
  • menor espaço ocupado nas cozinhas;
  • maior qualidade nos produtos.

Veja algumas vantagens do forno combinado

Existem inúmeras vantagens ao instalar um forno combinado na sua cozinha. Vamos listar algumas para você entender a importância de contar com esse equipamento.

Maior produtividade

A velocidade no cozimento e a produção de vários alimentos ao mesmo tempo faz com que a sua cozinha consiga produzir mais em um curto período, ou seja, os clientes recebem os alimentos rapidamente, evitando reclamações seja no salão ou nas entregas.

Como são equipamentos automatizados, é possível fazer a cocção em baixa temperatura noturna, ou seja, produtos podem ficar cozinhando ao longo da madrugada, sem a presença de um colaborador. Esse aspecto contribui com o tempo de preparo e diminuição da carga de trabalho, complexidade e ocupação do equipamento.

Redução nos custos

Utilizar um forno combinado reduz os custos tanto nos ingredientes quanto de eletricidade, água, gás e também com funcionários. Afinal, tudo fica otimizado, inclusive a utilização do espaço, deixando a cozinha mais clean.

Versatilidade

O forno combinado é altamente versátil pela facilidade em sua locomoção. Como é vertical, você pode mudar a sua disposição de acordo com o dia a dia da sua cozinha. Além disso, ele centraliza em si muitas funções do processo produtivo alimentício, reduzindo o tamanho, necessidade e dependência de outros equipamentos convencionais, como bocas de fogão industrial, cozedeiras, caldeirões, chapas, char-broillers e fritadeiras. Podemos citar ainda:

  • padronização da produção sem alteração do sabor;
  • diminuição das operações;
  • preparo amplo de alimentos;
  • qualidade nas receitas;
  • mais higienização.

Conheça os detalhes da instalação e limpeza do forno

A instalação do forno combinado é bem simples. É preciso apenas um ponto elétrico, hidráulico e a gás, conforme a especificação técnica. Além disso, é preciso colocar em sua cozinha coifas para a coleta de vapor, tendo uma saída de esgoto com tubulação resistente ao calor e piso nivelado autorizado pela vigilância sanitária local.

limpeza também é bem simples. Inclusive, o equipamento vem com uma ducha própria, facilitando o processo. Recomenda-se o uso de água, sabão neutro e removedores de gordura no momento de retirar as impurezas. Os fornos combinados da linha C-MAX Prática são de alta qualidade e exigem baixíssimo índice de manutenções, principalmente quando é utilizado corretamente e higienizado com frequência.

A dica é destinar um treinamento adequado aos seus colaboradores, inclusive por meio das aulas fornecidas pela Prática, ministradas por chefs de cozinha autorizados em rede nacional ou pelo nosso canal no Youtube. Assim, certamente o seu negócio estará pronto para desbancar a concorrência por meio dos benefícios que somente um forno combinado pode trazer ao dia a dia de uma cozinha industrial.

Gostou de saber como funciona um forno combinado? Ficou interessado no equipamento? Então aproveite e faça um orçamento agora mesmo!